RD Summit: espaço de conexões, tendências e inovações!

Marcamos presença e fomos incrivelmente impactados pelo RD Summit 2018.

Realizado entre os dias 07 e 09 de novembro, em Florianópolis, pela startup Resultados Digitais, o evento é considerado um dos maiores e mais representativos de marketing digital e vendas da América Latina.

E não é para menos, são três dias intensos de palestras nacionais e internacionais, encontros e rodas de conversas – que aconteciam simultaneamente em aproximadamente 10 espaços distintos, e feira de negócios.

Isso sem falar do público: estimativa de 12 mil participantes. Entre eles profissionais, representantes e executivos das principais empresas de marketing digital e outros setores, do Brasil e de outras localidades.

Equipe Bakanas Digital com Tim Ash, autor dos livros Landing Page Optimization, Landing Pages: Optimieren, Testen, Conversions generieren

Por isso, trata-se de um evento muito rico em troca de conhecimentos e experiências, cases de sucesso, tendências, lançamentos de novos produtos e serviços e realização de negócios.

Entre os temas que estiveram em alta no evento, destacamos:

Nas apresentações, os palestrantes não se limitaram a conceituar os temas. E, sim, mostraram como cada um deles já está sendo incorporado na realidade do marketing, do marketing digital, das vendas, do relacionamento com o público, e do cotidiano das empresas, por meio de estratégias integradas.

E para você ficar por dentro de tudo isso, vamos construir um conteúdo bem Bakana com os principais insights do RD Summit, que vão ser muito importantes para o seu negócio em 2019.

Acompanhe o nosso Blog e nossas redes sociais!

Vai investir em mídia paga? 5 dicas para a sua estratégia.

A sua empresa quer investir em mídia paga na internet? Então, primeiro faça um planejamento.

Muitas são as opções para que a uma organização possa investir e ter bons resultados no marketing digital. No entanto, é fundamental que todo o processo seja planejado, de acordo com a estratégia do negócio, para que o valor investido consiga trazer o retorno esperado, seja com reconhecimento de marca, engajamento, tráfego para o site ou conversões.

Veja alguns passos importantes para esse planejamento:

1) qual é o público dessa campanha (segmentação)?

Para quem a campanha é destinada? Quem são as personas – o que gostam, o que querem, o que desejam, quais são os problemas, onde estão. Entender essas questões é fundamental para que a empresa consiga fazer uma segmentação adequada e escolha as mídias mais apropriadas.

2) qual o objetivo dessa campanha: vender, tornar a marca conhecida, gerar tráfego para o site, gerar leads?

Uma campanha não é feita apenas para gerar vendas. O objetivo da empresa talvez seja fazer com que a sua marca seja reconhecida, gerar tráfego para o site para que a conversão seja feita lá ou apenas gerar contatos para estabelecer um relacionamento.

É importante saber isso, para que sejam definidos parâmetros e metas para a campanha.

Além disso, essa definição pode desencadear em outras ações, como por exemplo, preparar o site para receber novos visitantes, criar formulários de contato, disponibilizar equipe para atendimento, entre outros.

3) quanto você tem para a investir?

O valor a ser investido pode direcionar a mídia que será utilizada, o tempo que a campanha ficará disponível e, até mesmo a segmentação que será feita.

4) para onde vai destinar a campanha (site, landingpage, formulário de contato)? Já está tudo pronto?

Não adianta estruturar uma ótima campanha, segmentar bem, ter um valor considerável para investir se a empresa não se preparar para receber, captar, converter os leads que serão gerados.

Por isso, quando pensar na campanha é essencial pensar na base que será estruturada para lidar com esses leads, seja atendimento telefônico, atendimento por email, chat, processos de inbound, entre outras opções.

5) em quais mídias vai investir (Face, Instagram, Google, etc);

A definição das mídias passa por diversas questões – entender onde o público está, onde ele interage melhor, onde está mais aberto para receber e interagir com a sua mensagem e, também, o quanto a empresa tem para investir.

O ideal é não investir em apenas uma mídia, mas, sim, criar um plano em que as opções se complementem, desde que o seu público esteja nessas mídias.

Vale lembrar também que não é necessário investir em “todas as mídias”, de forma aleatória.

O fundamental é investir nas mídias certas para o seu negócio.

Obviamente um planejamento de mídia envolve outras questões que precisam ser analisadas e planejadas – palavras-chaves, criação de peças gráficas, linguagem, diversificação de opções de mídias, entre outros.

No entanto, se a sua empresa não se atentar para essas questões básicas na hora de investir, qualquer campanha que você fizer pode ser uma grande perda de dinheiro!

Para quem é o seu conteúdo?

De nada adianta um grande esforço para pensar e produzir conteúdos, se a sua empresa não entende o seu público – O que pensa? O que precisa? O que deseja? Quais os problemas quer resolver?

Criar PERSONAS é uma forma lúdica utilizada  para “personificar” e “humanizar” os clientes de uma empresa.

Nesse processo, deixa-se de enxergar apenas dados demográficos – homem/mulher, faixa etária, classe social, entre outros; para efetivamente conhecer as “pessoas” que têm potencial para adquirir os produtos e serviços.

Ao conhecer as “pessoas” – o que gostam, quais são os seus interesses, as suas dores e as suas angústias (problemas); a empresa passa a ter condições de buscar “soluções” para atender a essas demandas e para desenvolver um relacionamento positivo com elas, baseado em credibilidade e satisfação.

Entender as PERSONAS é uma etapa importante no processo de marketing digital, pois permitirá o desenvolvimento de um trabalho mais efetivo de:

Marketing de Conteúdo

desenvolvimento de conteúdo relevante e de qualidade, baseado no perfil, no interesse e na resolução dos problemas dos clients e decisores de compra.

Inbound Marketing

relacionamento com os clientes atuais e potenciais, que leva em consideração as etapas necessárias para estabelecer a confiança e o interesse das pessoas nos serviços prestados pela empresa: aprendizado e descoberta, reconhecimento do problema, consideração e solução, decisão de compra, satisfação e fidelização.

Mídias OnLine (Google Adwords, Facebook Ads, LinkedIn)

desenvolvimento de campanhas patrocinadas mais assertivas e segmentadas, que favoreçam a geração de leads e a conversão de compra.